Arquivo para setembro, 2009

LUCRETIA… MY REFLECTION!

Posted in Sem categoria on 27 de setembro de 2009 by submundoalternativo

Nossa maior falha na Álgida era não ter ainda tirado nenhuma cover do Sisters e do Bauhaus… do Bauhaus ainda estamos devendo… mas do Sisters saiu, ontem pela primeira vez ensaiamos LUCRETIA MY REFLECTION e ficou bem bacana! Sim agente vai tirar alguma do Bauhaus… (mas é segredo até pra nós!)

Mas nossa fé continua Morta: apesar de que rumores digam que iremos lançá-la oficialmente antes do final do ano… só vendo pra crer…

A Fé Está Morta

Dance numa festa fúnebre

De corpos dilacerados, esqueletos cremados

De uma guerra de nomes esquecidos

Lute numa guerra santa aonde todos morremos

Lave suas vestes na água purificada

Desta batina falsa que paga nossa

Passagem a um mundo irreal

Seus sonhos, seus desejos, suas crenças

Tudo é uma blasfêmia e você não passa

De mais um ladrão crucificado pelos seus pecados

Esta é a hora sagrada, que de joelhos

Rezamos por nossos filhos, por nossas vidas

Oremos por deuses de ouro e mármore

Criados por nossos medos

Oremos a deuses que matam nossa fé

Beije os pés de um santo qualquer

Glorifique a batina, embriagada no

Sangue do pecado, ajoelhado em frente

Do altar, implore por sua vida

Seus sonhos, seus desejos, suas crenças

Tudo é uma blasfêmia e você não passa

De mais um bruxo queimando nesta santa inquisição

Somos apenas cadáveres pagãos

E nossa fé está morta

Nossa fé está morta …

___________________

E nossa doença persiste… segundo algumas fontes seguras… nunca vai passar! Mas eu me sinto super saudável… hahhaha

Por Anderson

SEMPRE A MESMA COISA…

Posted in Sem categoria on 10 de setembro de 2009 by submundoalternativo

“It’s Always the same” tem em várias músicas do The Cure… e é bem verdade mesmo!

Cansado de papo furado e blablabla… é assim que me sinto! Muita história de profissionais que não entendem o que significa ser profissional… me refiro a nossa linhagem… músicos…

Profissionais das “coxas”… de empurrar com a barriga… enrolar e ser enrolado e acreditar que tudo que faz tem o carimbo de DEUS dando vistas a suas atividades e ideias… acontece que temos um grave problema nesta realidade: DEUS NÃO EXISTE!

Olha pra isso temos uma letra que iremos usar na Álgida, mas que ainda não tivemos o prazer de compor a música… mas como sempre partimos das letras, com certeza será uma música:

Inspirado por Manuel Bandeira… e momentos de raiva que já ficaram pra trás, mas retornam volta e meia…

FARTO DE TUDO

Cansei de todo lirismo

De tudo que vejo todos os dias

Cansei de carregar este fardo

Sentir a força dessa rotina

Me esmagando contra a parede

Me tornando impotente

Cansei de fingir

Ser o que não sou

Cansei de medir as palavras

Engolir a própria raiva

De aceitar as amarras

A me açoitar, preso a grilhões

Cansei de tanta gente estúpida

Que circula pelas ruas em enxames

Sugando, parasitando, tirando vantagem

Como vermes, que comem nossa carne

Se alimentando do próprio lixo

Cansei de não saber o que fazer

E não agüento mais viver

Sem solução para essa maldita verdade

Ódio, medo, rancor, dominam meu ser

E nunca, nunca há o que se possa fazer

PS: Estamos um pouco parados… resolvendo alguns, digamos… problemas externos… mas as perspectivas são bacanas… logo acontecerão…

Por Anderson